Videocapilaroscopia 

A capilaroscopia periungueal é um método simples e de extrema relevância na avaliação de pacientes com fenômeno de Raynaud ( FRy)ou portadores de doenças do espectro da esclerose sistêmica (ES) e outras colagenoses.

Pacientes com FRy representam um desafio diagnóstico comum na prática reumatológica, com amplo diagnóstico diferencial, e constituem a principal indicação para a capilaroscopia . O FRy é uma resposta fisiológica exagerada da microcirculação das extremidades frente a fatores precipitantes, como exposição ao frio ou estresse emocional. Sua apresentação clássica compreende três fases: (1) isquemia, quando os dedos assumem coloração branca; (2) em seguida, com a estase sanguínea, as extremidades assumem coloração azul (cianose); (3) e finalmente surge a cor avermelhada, que indica o estágio de reperfusão sanguínea.

Diversas doenças reumáticas podem cursar com FRy, incluindo, além da ES, lúpus eritematoso sistêmico (LES), dermatomiosite/polimiosite (DM/PM), doença mista do tecido conjuntivo (DMTC), artrite reumatoide, síndrome de Sjögren, vasculites e síndrome antifosfolípide.

Principais indicações para a realização da capilaroscopia.

a) Avaliação de pacientes com fenômeno de Raynaud

b) Acompanhamento da transição do FRy primário para FRy secundário

c) Diagnóstico precoce da Esclerodermia

d) Diagnóstico diferencial de condições relacionadas com a ES, como a ES localizada e fasciite eosinofílica, que habitualmente apresentam um padrão capilaroscópico normal

e) Detecção de microangiopatia grave e avaliação prognóstica na ES

f) Monitoramento do tratamento e da atividade de doença na dermatomiosite

92DB1DC3-F1EF-4981-B2DF-8EE4DE7EB292_edi